Oiiii! Agora que a férias acabaram, a vida está mais agitada, saio de casa cedo e volto tarde, vou buscar filho na escola, fazer compras, jantar, e o tempo para as leituras ficou beeeem menor.
Estou gastando um tempo também na luta para aprimorar o blog, para divulgá-lo, e isso é bem trabalhoso, e com poucos resultados no início. Estou almejando até uma parceria (não custa sonhar, né?).
Logo logo terá resenha por aqui, a partir de agora elas podem começar a demorar um pouco mais para aparecer, mas enquanto não termino a leitura em curso, vou postando algumas dicas, assim o blog não fica sem movimento.
Hoje vou recomendar uma leitura que fiz ano passado, a primeira do autor e a primeira com pano de fundo na segunda guerra, o que para mim foi uma evolução, pois eu nunca havia sentido vontade de ler livro com veia histórica, acho que por eu nunca ter sido uma aluna exemplar da matéria no colégio, mas por ser um thriller, me arrisquei a ler. Ei-lo:


TÍTULO ORIGINAL: Jackdaws
AUTOR: Ken Follet
GÊNERO: Ficção
LANÇAMENTO:  2015
EDITORA: Arqueiro
NÚMERO DE PÁGINAS: 448

SINOPSE: 
Segunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa.
Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile.
Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.
Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras.
Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera.

Thriller extremamente envolvente, cheio de tensão e suspense, que dá a impressão de estar assistindo a um filme. Talvez por isso, me senti tão à vontade e o absorvi muito fácil. A história não é tão pesada nem dramática apesar de se passar na Segunda Guerra, o que contribuiu para eu gostar muito desse primeiro contato. Felicity é uma mulher de garra, cujas ações nos deixam sem fôlego e mostra que as mulheres podem sim, tanto ou mais que os homens!

Leitura recomendadíssima, que me fez começar a gostar do autor, e colocar dois livros dele na fila de 2016 (veja aqui e aqui).

2 Comentários

  1. Oi Reh, já estou sofrendo com o fim das férias, e olha que tenho mais duas semanas ainda pra aproveitar! Te marquei numa TAG. Bjos
    https://abookaholicgirl.wordpress.com/2016/01/23/bang/

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário se gostou da postagem. Se não gostou, também pode deixar...