O CORAÇÃO DELATOR - 1843














Oi pessoal! Mais um domingo com Edgar! (rs) Cada vez que avanço um conto nesse livro, vou gostando mais e mais do autor e notando os pontos comuns em seus contos. O conto de hoje é o último da sequência do livro chamada "Narradores Homicidas".

Em O Coração Delator temos um narrador que quer, de qualquer maneira, demonstrar que não é louco. Ele conta a história de uma ideia que surgiu em sua mente e passou a assombrá-lo dia e noite. De alguma maneira, apesar de amá-lo, ele queria matar "o velho". Supõe-se que "o velho" seja alguém de que ele cuidava mas cujo olho, com catarata, o perturbava e o enchia de fúria.

Então, passou sete dias tendo os maiores cuidados com o velho, visitando-o, sorrateiramente, todas as noites. Em sua mente, em algum momento dessas visitas noturnas, ele acreditava que veria os olhos do velho e então chegaria a hora de acabar com ele. Até que, na oitava noite, o velho acorda com o barulho de seu enfermeiro na fresta da porta o que o faz ficar apavorado a ponto de, em sua loucura, o narrador ouvir as batidas do coração de seu amo, e isso o foi deixando cada vez mais nervoso até que ele entrou no quarto e cometeu uma grande loucura.




Em várias resenhas li a comparação deste conto com O Gato Preto. Realmente vemos a semelhança nos aspectos da loucura de seus narradores, que manipula suas mentes para cometer atos insanos. Em ambos os contos, aliás, em todos os contos de Poe que li até agora, os aspectos psicológicos dos personagens são o destaque.. 

Abaixo, uma adaptação do conto. Tem spoiler, portanto, se não quiserem saber o final, não assistam. O que posso dizer é que, como nós, o narrador acha que não é louco.




Beijos e até o próximo conto!!!!


2 Comentários

  1. Olá!
    Eu estou louca pra comprar esse livro! Eu amo o Poe e ele me lembra tanto minha infância, quando eu ficava caçando os livros dele na biblioteca e morria de medo de dormir à noite hahaha Fora que essa edição é majestosa né?
    Já li esse conto e não me lembro muito bem, mas lembro perfeitamente de O Gato Preto e sou apaixonada!
    Beijos <3
    seessemundofossemeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thainara, essa edição está demais mesmo!!! Estou lendo aos poucos e adorando!!
      bjs

      Excluir

Deixe seu comentário se gostou da postagem. Se não gostou, também pode deixar...