Oiiiii! O assunto hoje é sobre livros espíritas. Não aqueles que falam sobre a doutrina mas que, dentro de um romance ditado por espíritos, existem acontecimentos que remetem ao espiritismo. Tive uma fase em que lia esse tipo de livro um atrás do outro (entre 2003 e 2006) depois dei uma enjoada pois, apesar de as histórias serem lindas e emocionantes, elas acabam sendo bem repetitivas. E naquela época os livros eram tão baratos (pagava de 15 a 25 reais)!!!!

A ideia de escrever sobre eles foi inspirada na postagem do blog Pipoca com Café (é só clicar no link para ler). Vou postar por partes, para não ficar um post lotado e, como já faz muuuuuuuuito tempo que os li, não vou lembrar da história e por isso, postarei somente uma sinopse de cada um.

Começarei por esses dois:

TÍTULO ORIGINAL: Esmeralda
AUTOR: Zíbia Gasparetto (espírito Lucius)
GÊNERO: Romance espírita
EDITORA: Vida & Consciência
ANO: a edição que li é de 2003.
NÚMERO DE PÁGINAS: 340

SINOPSE: Esmeralda era orgulhosa, absoluta! Linda! O mistério maravilhoso de sua dança em meio ao povo arrancava olés e aplausos acalorados. Sempre desejada, despertava paixões, exacerbava sentimentos, era amada. Porém, não amava ninguém. Indiferente, pouco se importava com a dor dos seus apaixonados, exigindo tudo deles sem nada dar em troca. Foi em Valença, na primavera, que Esmeralda encontrou o amor. E esse amor arrastou consigo o destino. A vaidade tem um preço que o orgulho cigano sempre paga. Todas nós, mulheres, temos um pouco de esmeralda.


TÍTULO ORIGINAL: O Preço de Ser Diferente
AUTOR: Mônica de Castro (espírito Leonel)
GÊNERO: Romance espírita
EDITORA: Vida & Consciência
ANO: a edição que li é de 2004.
NÚMERO DE PÁGINAS: 354

SINOPSE: Romero é um jovem de 14 anos que vive com o pai Silas, a mãe Noêmia e a irmã Judite. Silas é um pai autoritário e machista, que ao perceber as tendências homossexuais do filho passa a persegui-lo implacavelmente e chega até a levá-lo em uma prostituta. Noêmia, por temer a ira do marido, assiste a tudo calada. A única amiga de Romero é Judite.  Após uma sessão de cinema, Romero é violentado por um rapaz chamado Júnior e, apesar da dor física e emocional, não conta com a compreensão do pai que o proíbe de tocar no assunto com quem quer que seja. Triste e magoado, Romero se fecha para o mundo até que conhece Mozart, um rapaz de 17 anos de idade, cuja família é mais liberal e os dois começam a namorar. Entretanto, Junior - inspirado por inimigos desencarnados de Romero - acaba contando para Silas sobre a relação de Romero e Mozart. Silas segue os dois e, ao confirmar suas suspeitas, espanca o filho e o manda embora de casa. Romero é internado e cuidado pelo Dr Plínio. No dia da alta de Romero, Judite enfrenta Junior e acaba assassinada por ele. Romero se vê totalmente abandonado, mas é amparado por quem menos imaginava: Dr Plínio o leva para sua casa e conta com o apoio de sua esposa, mas não do cunhado Rafael, um jovem insolente que antipatiza com Romero de imediato. Mozart é enviado pelos pais para estudar na Europa e os dois perdem contato.
No mundo espiritual, Judite relembra uma encarnação anterior e descobre o porque desses acontecimentos. Juntamente com Fábio, seu instrutor, passa a auxiliar a caminhada do irmão. Com a ajuda de Plínio, Romero estuda medicina, mas, devido a pesados débitos do passado, Romero ainda sofre muito no decorrer do livro, chegando a ser o suspeito de violentar o filho de 11 anos de Plínio. Tudo isso sem nunca se esquecer do seu grande amor, Mozart, que também nunca se esqueceu de Romero.


Eu gostaria muito de ter uma memória excelente e comentar mais sobre eles, mas esse nunca foi meu forte. O que me lembro bem é da sensação que eu tinha quando acabava de ler. Ficava extasiada com os finais, que eram sempre lindos e perfeitos. São leituras que engrandecem a alma, com certeza, você sendo espírita ou não.

Beijos e até os próximos!

2 Comentários

  1. Oiii! Gostei muito do seu post! Até agora não li nenhum livro espírita, mas gostei muito do que você citou, Esmeralda, achei a história bastante interessante.

    *Beijokas -Hellen Barros.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário se gostou da postagem. Se não gostou, também pode deixar...